Deita
Ômega 3: 13 benefícios, alimentos

O ômega 3 é um tipo de gordura boa que tem ação anti-inflamatória, podendo ser utilizado para controlar os níveis de colesterol e glicemia ou prevenir doenças cardiovasculares e cerebrais, além de melhorar a memória e a disposição. 

Existem três tipos de ômega 3: o ácido docosahexaenoico (DHA), o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido alfa-linolênico (ALA), que podem ser encontrados especialmente nos peixes de mar, como salmão, atum e sardinha, e nas sementes como chia e linhaça.

O ômega 3 também pode ser consumido como suplemento, na forma de cápsulas, que são vendidas em farmácias, drogarias e lojas de produtos naturais.

Principais benefícios

O ômega-3 pode servir para diversas funções no organismo, trazendo benefícios como:

1. Diminui a inflamação

O ômega 3 tem propriedades anti-inflamatórias que podem ser muito úteis no tratamento da doença inflamatória intestinal ou artrite reumatoide, por exemplo, pois reduz a produção de substâncias inflamatórias como os eicosanoides e as citocinas. Além disso, a ação anti-inflamatória do ômega 3 ajuda a prevenir os danos celulares que podem levar ao aparecimento de câncer. 

2. Protege contra doenças cardiovasculares

O ômega 3 ajuda a reduzir o colesterol ruim e os triglicerídeos, que são responsáveis por formar placas de gordura nas artérias, o que promove um melhor funcionamento das artérias e ajuda a evitar infarto, arritmia, insuficiência cardíaca e derrame cerebral.

Além disso, o ômega 3 ajuda a aumentar o colesterol bom, a controlar a pressão sanguínea e a reduzir os danos nas células, mantendo os vasos sanguíneos saudáveis.

3. Evita a formação de coágulos

O ômega 3, especialmente o DHA e o EPA, tem propriedades anticoagulantes, reduzindo a formação de coágulos sanguíneos por impedir que as plaquetas do sangue se agrupem e, por isso, esta gordura pode ajudar na prevenção de complicações graves, como trombose venosa profunda ou embolia pulmonar, por exemplo.

4. Ajuda a combater a depressão

O ômega 3 protege as células do cérebro, melhorando sua atividade, levando a um aumento de substâncias responsáveis pelas emoções, pelo humor e bem estar como serotonina, dopamina e noradrenalina. 

Assim, o ômega 3 ajuda a prevenir, combater e auxiliar no tratamento da depressão, diminuindo os sintomas depressivos, as perturbações do sono e a falta de apetite sexual, que são sintomas comuns nas pessoas deprimidas.

5. Combate a asma

O ômega 3, por ter ação anti-inflamatória, ajuda a combater a asma, além de também poder atuar diminuindo o risco de novas crises, e, por isso, o consumo de alimentos ricos nessa gordura ou uso de suplemento pode ser indicado pelo nutricionista com o objetivo de complementar o tratamento indicado pelo médico.

6. Previne doenças auto-imunes

Alguns estudos mostram que o ômega 3 pode ajudar a reduzir o risco de desenvolvimento de doenças autoimunes, que é quando o sistema imunológico não reconhece células saudáveis no corpo e as ataca, destruindo estas células, como no caso da diabetes tipo 1 ou esclerose múltipla, por exemplo. Além disso, essa gordura pode auxiliar no tratamento de lúpus, artrite reumatoide, colite ulcerativa, doença de Crohn e psoríase. 

7. Ajuda a controlar a glicemia

Alguns estudos mostram que o ômega 3 pode ajudar a reduzir os níveis de açúcar no sangue por melhorar a resistência do hormônio insulina, podendo ser um importante aliado no tratamento do diabetes tipo 2. 

Em um estudo, a ingestão de cápsulas  com 1g óleo de peixe (com 430 mg DHA + 60 mg EPA) por 3 meses, mostrou que os níveis de insulina no sangue foram reduzidos nos participantes, indicando que o uso de suplementos de ômega 3 podem ajudar a prevenir a diabetes.

8. Melhora o funcionamento cerebral

O ômega 3 é um nutriente muito importante para as funções cerebrais, pois 60% do cérebro é constituído por gordura, especialmente ômega 3. Então, a deficiência dessa gordura pode estar associada a menor capacidade de aprendizado ou memória.

Dessa forma, aumentar o consumo de ômega 3 pode ajudar a proteger as células cerebrais garantindo o bom funcionamento do cérebro, melhorando a memória e o raciocínio.

9. Previne o Alzheimer

Alguns estudos mostram que o consumo de ômega 3 pode reduzir a perda de memória, a falta de atenção e a dificuldade de raciocínio lógico, o que pode diminuir o risco de desenvolver Alzheimer, por melhorar o funcionamento dos neurônios cerebrais. Entretanto, ainda são necessários mais estudos que comprovem esse benefício. 

10. Melhora a qualidade da pele

O ômega 3, especialmente o DHA, é um componente das células da pele, responsável pela saúde da membrana celular mantendo a pele macia, hidratada, flexível e sem rugas. Assim, ao consumir ômega 3 é possível manter essas características da pele e a sua saúde.

Além disso, o ômega 3 ajuda a proteger a pele dos danos do sol que podem causar envelhecimento ou câncer de pele, já que possui efeito antioxidante.

11. Controla o déficit de atenção e hiperatividade

Muitos estudos mostram que a deficiência de ômega 3 está associada ao transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) em crianças e que o aumento do consumo de ômega 3, principalmente o EPA, pode reduzir os sintomas desse transtorno, ajudando a melhorar a atenção, a conclusão de tarefas e reduzir a hiperatividade, impulsividade, agitação e agressividade.

12. Melhora o rendimento muscular

A suplementação com ômega 3 pode ajudar a reduzir a inflamação muscular causada pelo exercício físico, acelerando a recuperação dos músculos e diminuindo a dor após o treino.

O ômega 3 também ajuda a melhorar a disposição e potencializar o desempenho nos treinos, além de ser importante para facilitar o início de atividades físicas ou para pessoas em tratamentos médicos, como fisioterapia ou reabilitação cardíaca.

13. Melhorar o funcionamento do sistema imune

O ômega 3 ajuda a regular diversas células do sistema imune, como as células T e B, assim como as citocinas, ajudando a diminuir a inflamação e o estresse oxidativo. Além disso, aumenta a capacidade fagocítica dos macrófagos, que são células especializadas responsáveis por destruir bactérias e outros organismos que causam danos ao corpo, melhorando o funcionamento do sistema imunológico.

Alimentos ricos em ômega 3

A principal fonte de ômega 3 na dieta são os peixes de água do mar, como sardinha, atum e salmão. Além desses, esse nutriente também está presente nas sementes como chia e linhaça, castanhas, nozes e azeite de oliva.

Dentre as fontes vegetais, o óleo de linhaça é o alimento mais rico em ômega-3, sendo muito importante sua utilização para pessoas que são vegetarianas

Deita
10 benefícios da linhaça e como consumir

A linhaça é a semente do linho, que é muito rica em fibras, sendo utilizada especialmente como laxante natural, já que aumenta o volume das fezes e promove os movimentos naturais do intestino, ajudando a prevenir e combater a prisão de ventre.

Além disso, a semente de linhaça também contém boas quantidades de ômega 3, vitamina E e magnésio, nutrientes com propriedades relaxantes e anti-inflamatórias, que melhoram o relaxamento dos vasos sanguíneos e diminuem a inflamação das artérias, ajudando a prevenir o surgimento de doenças, como pressão alta, aterosclerose e infarto.

Os tipos de semente de linhaça incluem a dourada e a marrom, que possuem um sabor leve e podem ser encontradas em lojas de produtos naturais ou supermercados. Essas sementes podem ser adicionadas no arroz, em iogurtes, sucos, saladas, e ainda podem ser usadas em preparações, como bolos, pães, panquecas e biscoitos.

Benefícios da linhaça para a saúde

O consumo regular da semente de linhaça fornece diversos benefícios para a saúde, como:

1. Combater a prisão de ventre

Por ser rica em fibras insolúveis, um tipo de fibra que aumenta o volume das fezes e promove os movimentos naturais do intestino, a semente de linhaça facilita a eliminação das fezes, ajudando a combater a prisão de ventre.

2. Manter a saúde dos olhos

A semente de linhaça contém, luteína e zeaxantina, carotenoides com ação antioxidante que protegem a retina dos olhos contra os raios ultravioletas do sol e a luz azul emitida por dispositivos, como computador e celular, ajudando a manter a saúde dos olhos e a evitar o surgimento de situações, como catarata e retinopatia diabética.

3. Controlar os níveis de glicose

Por ser rica em fibras, a semente de linhaça diminui a velocidade de absorção do açúcar dos alimentos, ajudando a controlar os níveis de glicose no sangue, prevenindo, assim, a resistência à insulina e a diabetes.

Além disso, a semente de linhaça também tem ótimas quantidades de ômega 3 e ômega 6, gorduras saudáveis com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, melhorando a função do hormônio insulina e ajudando, assim, a controlar a glicemia em pessoas que já possuem diabetes. 

4. Diminuir o colesterol e triglicerídeos

A semente de linhaça é rica em fibras que diminuem, no intestino, a absorção da gordura dos alimentos, além de reduzir a produção de colesterol pelo fígado, diminuindo os níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue.

5. Ajudar na perda de peso

Por conter ótimas quantidades de fibras, a semente de linhaça prolonga a sensação de saciedade, ajudando a diminuir a ingestão de alimentos ao longo do dia e promovendo, assim, a perda de peso. 

6. Evitar doenças cardiovasculares

A semente de linhaça contém ômega 3, selênio, ômega 6 e vitamina E, nutrientes com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que melhoram a saúde das artérias e previnem inflamações, ajudando a evitar o surgimento de doenças, como pressão alta, infarto e aterosclerose.

7. Evitar o surgimento de câncer

As fibras, presentes nas sementes de linhaça, servem de alimento para as bactérias boas do intestino, que diminuem as inflamações e combatem as bactérias ruins, mantendo a flora intestinal equilibrada e ajudando a evitar o surgimento do câncer no intestino.

Além disso, a semente de linhaça também contém boas quantidades de ômega 3, ômega 6, zeaxantina e luteína, compostos com propriedades antioxidantes que combatem o excesso de radicais livres do organismo, evitando, assim, o surgimento e a multiplicação de células cancerígenas.

8. Prevenir osteoporose

A semente de linhaça contém boas quantidades de fósforo, cálcio e magnésio, minerais que participam da formação e manutenção da saúde dos ossos, ajudando a prevenir a osteoporose.

Por ser rico em potássio, um mineral que ajuda a neutralizar o excesso de ácido, a semente de linhaça também aumenta o pH do organismo, diminuindo a eliminação de cálcio pela urina e prevenindo, assim, a osteoporose. 

9. Manter a saúde do cérebro

A semente de linhaça tem boas quantidades de ômega 3, um tipo de gordura saudável com ação antioxidante e anti-inflamatória, que melhora o funcionamento dos neurônios, mantendo a saúde do cérebro e ajudando a prevenir a perda de memória, a dificuldade de raciocínio lógico e o surgimento do Alzheimer.

10. Combater ansiedade e depressão

Por conter triptofano, que é um aminoácido responsável por produzir serotonina, a semente de linhaça ajuda a aumentar a felicidade, melhorando o humor e combatendo, assim, a ansiedade e depressão. 

Propriedades da linhaça

A linhaça possui propriedades antioxidantes, antidiabéticas, anti-inflamatórias, hipolipemiantes, anticancerígenas e ansiolíticas.

Isto porque é rica em fibras, ômega-3, ômega-6, luteína, zeaxantina, selênio, vitamina E, fósforo, cálcio, magnésio e triptofano, que lhe conferem todos os seus benefícios para a saúde.

Tabela de informação nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional de 100g, o que equivale a aproximadamente 14 colheres de sopa, de semente de linhaça.

Componentes 100g (14 col de sopa) de semente de linhaça
Proteínas 18,3 g
Carboidratos 28,9 g
Gorduras 42, 4 g
Fibras 27,3 g
Magnésio 350 mg
Zinco 7,8 mg
Cálcio 200 mg
Ômega 3 6,3 g
Ômega 6 5,9 g
Fósforo 550 mg

É importante lembrar que para se obter os benefícios da semente de linhaça é recomendado manter uma dieta saudável e variada e praticar atividades físicas regularmente.

Para saber como consumir a linhaça numa dieta saudável, marque sua consulta com o nutricionista na região mais próxima de você:

Como consumir

É importante comprar a semente de linhaça na forma de farinha ou triturar a semente em casa, porque o intestino não consegue digerir e absorver todos os nutrientes do grão inteiro da linhaça. Além disso, essa semente deve ficar armazenada em um recipiente com boa vedação e protegida da luz, para preservar os nutrientes.

A semente de linhaça possui um sabor leve, podendo ser adicionada no arroz, em iogurtes, sucos, saladas, e ainda podem ser usadas em preparações, como bolos, pães, panquecas e biscoitos.

A quantidade recomendada para se obter os benefícios da semente de linhaça é de 1 colher de sopa por dia. No entanto, não é aconselhado consumir mais de 4 colheres de sopa dessa semente por dia, pois a ingestão excessiva de fibras pode causar prisão de ventre, diarreia, gases ou inchaço abdominal.

Receitas saudáveis com semente de linhaça

Algumas receitas saudáveis com semente de linhaça são pães, biscoitos, panquecas e bolos.

1. Pão de linhaça

Ingredientes:

  • 2 ½ xícaras de chá de farinha de trigo integral;
  • 2 ½ xícaras de chá de farinha de trigo comum;
  • 2 xícaras de chá de farinha de centeio;
  • 1 xícara de chá de semente de linhaça triturada;
  • 1 colher de sopa de fermento químico em pós;
  • 1 colher de chá de mel;
  • 2 colheres de chá de manteiga;
  • 2 ½ xícaras de chá de água morna;
  • 2 colheres de chá de sal;
  • 1 ovo para pincelar.

Modo de preparo:

Misturar todos os ingredientes em uma bacia e sovar até a massa ficar homogênea e lisa. Cobrir a massa com um pano e deixar descansar por 30 minutos. Modelar os pães e colocá-los em forma untada, assando em forno pré-aquecido a 180ºC por 40 minutos.

2. Panqueca de banana com linhaça

Ingredientes:

  • 1 banana;
  • 2 colheres de sopa de aveia;
  • 1 ovo;
  • 1 colher de chá de linhaça triturada;
  • Canela a gosto;
  • 1 fio de mel.

Modo de preparo:

Amassar a banana com um garfo. Adicionar o ovo, a aveia, a linhaça e misturar bem com uma colher, ou espátula. Aquecer, no fogo, uma frigideira antiaderente e fazer a panqueca, dourando dos dois lados. Transferir a panqueca para um prato, polvilhar com a canela em pó, colocar o mel e servir.

Artigos
Comprar ritalina pelo whatsapp

Comprar Ritalina whatsapp é um remédio que tem como princípio ativo o Cloridrato de Metilfenidato, um estimulante do sistema nervoso central, indicado para ajudar no tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade em crianças e adultos, e da narcolepsia.

Comprar Ritalina whatsapp é semelhante a uma anfetamina, pois atua estimulando as atividades mentais. Por esse motivo, tornou-se erradamente popular entre adultos que desejam estudar ou permanecer acordados por mais tempo, no entanto, este uso não é aconselhado. Além de que, este medicamento pode causar vários efeitos colaterais perigosos para quem toma sem indicação, como aumento da pressão, palpitações, alucinações ou dependência química.

Qual a dosagem correta de Ritalina?

A dosagem de Comprar Ritalina whatsapp depende do problema que você quer tratar e da sua idade. De acordo com o site MD.Saúde, a informação geral sobre a dosagem é:

  • Para transtorno de déficit de atenção e hiperatividade:
  • Crianças com 6 anos ou mais: iniciar com 5 mg por via oral duas vezes ao dia (antes do café da manhã e do almoço). Aumentar a dose gradualmente, em incrementos de 5 a 10 mg por semana. A dose diária acima de 60 mg não é recomendada.
  • Adultos: a dose média é de 20 a 30 mg por dia. Administrar por via oral em doses divididas 2 ou 3 vezes ao dia, preferencialmente 30 a 45 minutos antes das refeições. A dose diária máxima é de 60 mg. Pacientes que não conseguem dormir se o medicamento for tomado tarde no dia devem tomar a última dose antes das 18 horas.
  • Para narcolepsia:
  • Adultos: a dose média diária é de 20 a 30 mg, administrada em 2 a 3 doses divididas. Algumas pessoas podem precisar de 40 a 60 mg por dia, enquanto outras podem precisar apenas de 10 a 15 mg por dia.

Comprar Ritalina whatsapp deve ser usada como parte de um programa de tratamento total para o TDAH que pode incluir aconselhamento ou outras terapias. Ritalina pode causar dependência e deve ser usada apenas conforme prescrito pelo seu médico.

Quais são os efeitos colaterais da Ritalina?

Comprar Ritalina whatsapp pode causar vários efeitos colaterais, alguns mais comuns e outros mais graves. De acordo com o site Tua Saúde, os efeitos colaterais mais comuns que podem ser causados pelo tratamento com Ritalina incluem:

Alguns efeitos colaterais mais graves que podem ocorrer com o uso da Ritalina são:

  • Aumento da pressão arterial.
  • Palpitações.
  • Alucinações.
  • Psicose.
  • Agitação.
  • Agressividade.
  • Pensamentos ou comportamentos suicidas.
  • Problemas de circulação que podem causar dormência, dor ou alteração da cor dos dedos das mãos ou dos pés.

Se você tiver algum desses efeitos colaterais, procure atendimento médico imediatamente. A Ritalina pode causar dependência e deve ser usada apenas conforme prescrito pelo seu médico. Não interrompa o tratamento sem orientação médica.

Como a Ritalina funciona no cérebro?

A Comprar Ritalina whatsapp funciona no cérebro aumentando a disponibilidade de dois neurotransmissores chamados dopamina e noradrenalina, que são responsáveis por estimular o sistema nervoso central. A dopamina e a noradrenalina desempenham um papel importante no pensamento e na capacidade de concentração. A Ritalina age inibindo a recaptação desses neurotransmissores na fenda sináptica, fazendo com que eles permaneçam ativos por mais tempo.

Quando há mais neurotransmissores estimulantes disponíveis para os neurônios, o resultado é um aumento do estado de vigília, da capacidade de concentração e da capacidade de controlar o comportamento. A Ritalina estimula o sistema nervoso central de maneira semelhante às anfetaminas, mas com efeitos mais brandos e mais focados nas atividades mentais do que nas atividades motoras.

A Comprar Ritalina whatsapp é indicada para o tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e da narcolepsia, pois nesses casos há uma alteração no funcionamento dos neurotransmissores dopamina e noradrenalina. A Ritalina ajuda a equilibrar essas funções e a melhorar os sintomas desses transtornos.

A Ritalina pode causar dependência?


Sim, a Comprar Ritalina whatsapp (metilfenidato) pode causar dependência quando utilizada de forma inadequada ou abusiva. A Ritalina é um medicamento estimulante do sistema nervoso central geralmente prescrito para o tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) em crianças e adultos.

Embora a Ritalina seja considerada segura e eficaz quando usada sob supervisão médica adequada, o seu uso indevido, como tomar doses maiores do que as prescritas ou utilizá-la sem a necessidade médica, pode levar ao desenvolvimento de dependência.

A dependência ocorre quando o cérebro se adapta à presença constante do medicamento e requer doses cada vez maiores para obter o mesmo efeito. Além disso, quando o uso da Ritalina é interrompido abruptamente após um período de uso prolongado, podem ocorrer sintomas de abstinência, como fadigadepressão, irritabilidade e distúrbios do sono.

Por essa razão, é importante seguir as instruções do médico ao utilizar a Comprar Ritalina whatsapp e comunicar qualquer preocupação sobre dependência ou outros efeitos colaterais. O médico pode orientar sobre a dosagem adequada, o monitoramento do uso e a redução gradual da medicação, se necessário, para minimizar os riscos de dependência.

Como saber se preciso usar ritalina?

A decisão de usar a Comprar Ritalina whatsapp (metilfenidato) ou qualquer outro medicamento deve ser feita por um profissional de saúde qualificado, como um médico ou psiquiatra, que possa avaliar cuidadosamente o seu quadro clínico. Apenas um profissional de saúde pode determinar se você precisa ou se beneficiaria do uso da Ritalina.

A Comprar Ritalina whatsapp é geralmente prescrita para o tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), mas apenas um profissional de saúde pode fazer um diagnóstico adequado do TDAH ou de qualquer outra condição médica que possa requerer o uso da medicação.

Alguns sinais e sintomas comuns do TDAH incluem dificuldade em prestar atenção, impulsividade, hiperatividade, falta de organização e problemas de memória. No entanto, esses sintomas podem ser causados por outras condições médicas ou fatores ambientais, e somente um profissional de saúde pode avaliar de forma adequada.

Se você está preocupado com a possibilidade de ter TDAH ou se acredita que possa se beneficiar do uso da Comprar Ritalina whatsapp, o primeiro passo é consultar um médico ou psiquiatra. Esses profissionais realizarão uma avaliação completa, que pode incluir entrevistas, exames físicos, histórico médico e observação do seu comportamento.

Lembre-se de que a automedicação não é recomendada e que somente um profissional de saúde qualificado pode determinar se a Ritalina é apropriada para o seu caso específico.

Quais são as alternativas à Ritalina?

Existem várias alternativas à Comprar Ritalina whatsapp (metilfenidato) para o tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e outras condições relacionadas. Essas alternativas incluem:

  1. Outros estimulantes: Além da Ritalina, existem outros medicamentos estimulantes comuns utilizados no tratamento do TDAH, como o Concerta, Adderall e Venvanse. Esses medicamentos têm mecanismos de ação semelhantes ao da Ritalina e podem ser prescritos como alternativas.
  2. Atomoxetina: A atomoxetina (Strattera) é um medicamento não estimulante aprovado para o tratamento do TDAH em crianças, adolescentes e adultos. Ao contrário dos estimulantes, a atomoxetina funciona aumentando a disponibilidade de noradrenalina no cérebro. Ela pode ser uma opção para pessoas que não respondem bem aos estimulantes ou têm preocupações com o seu uso.
  3. Guanfacina e clonidina: Esses medicamentos, originalmente desenvolvidos para o tratamento da hipertensão arterial, também mostraram eficácia no tratamento do TDAH. Eles funcionam reduzindo a atividade do sistema nervoso simpático e aumentando a atividade do sistema nervoso parassimpático. A guanfacina é vendida sob o nome Intuniv, e a clonidina pode ser usada como um medicamento off-label para o TDAH.
  4. Terapia comportamental: A terapia comportamental, como a terapia cognitivo-comportamental (TCC) e a terapia de habilidades sociais, pode ser uma alternativa ou complemento ao tratamento farmacológico. A terapia comportamental pode ajudar a desenvolver estratégias para lidar com os sintomas do TDAH, melhorar a organização, a concentração e o gerenciamento de impulsos.

Cada pessoa é única, e o tratamento mais adequado para o TDAH pode variar de acordo com suas necessidades individuais. É importante discutir as opções com um médico ou psiquiatra, que poderá avaliar sua situação específica e recomendar a melhor abordagem de tratamento.